Ingo Elbe

Estado dos capitalistas ou estado do capital?

Linhas de recepção do conceito de estado de Engels no século XX

Resumo: O artigo identifica uma ambiguidade no pensamento político de Friedrich Engels. Por um lado, algumas de suas formulações conferiram substrato a concepções limitadoras da compreensão do estado no modo de produção capitalista, tais como, em polos opostos, o marxismo tradicional datradição leninista e a social-democracia sustentada em Hans Kelsen. Em contrapartida, ao lado da visão do “estado dos capitalistas”, há em Engels também uma percepção do “estado do capital” que permitiria dar conta da forma política do capitalismo de modo teoricamente mais fundamentado.

zum Text:

PDF - 318.5 kB

oder: http://www.verinotio.org/sistema/index.php/verinotio/article/view/570

In: Verinotio – Revista online de Filosofia e Ciências Humanas, v. 26 n. 2 (2020): 200 anos de Friedrich Engels (http://www.verinotio.org/sistema/index.php/verinotio/article/view/570) https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/